A startup norte-americana Nothing lançou, na sexta-feira (17), o aplicativo “Nothing Chats”, que simula as funcionalidades do iMessage, permitindo o envio de mensagens para dispositivos iPhone. Disponível para download na Google Play Store, a aplicação assegura que os utilizadores do Nothing Phone 2 desfrutem de indicadores de digitação, partilha de multimídia e mensagens em grupo, semelhantes aos oferecidos pelo mensageiro da Apple. Por enquanto, a disponibilidade estará limitada aos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido e União Europeia. A iniciativa não recebeu a aprovação da Apple e suscita questões sobre a segurança. A seguir, entenda o funcionamento desta inovação.

Por meio deste novo aplicativo, a Nothing resolveu abordar questões sensíveis para os utilizadores do iMessage da Apple, uma plataforma de mensagens predominante nos EUA. A aplicação elimina a distinção que o mensageiro faz entre os utilizadores nativos, que utilizam o sistema iOS (bolha azul), e aqueles que optam pelo Android (bolha verde).

No passado, o Google tentou persuadir a Apple a abrir a plataforma, oferecendo funcionalidades iguais para todos, mas sem sucesso. Agora, o Nothing Chats promete suportar o RCS e iMessage, com base no Sunbird, uma plataforma terciária de mensagens unificada que está disponível em beta fechado desde o ano passado.

Entre as funcionalidades de suporte ao iMessage oferecidas pelo Nothing Chats, destacam-se os indicadores de digitação, partilha de multimídia de alta resolução e mensagens em grupo. Segundo a Nothing, recursos como recibos de leitura e reações Tapback serão adicionados posteriormente.

O CEO da Nothing, Carl Pei, destaca que “o dilema da bolha azul versus bolha verde, especialmente na América do Norte – embora aparentemente ridículo – é real.” Para ele, o Nothing Chats “lembra aos consumidores que eles têm uma escolha quando se trata da seleção de dispositivos e que seus comportamentos diários não devem ser ditados por nenhuma empresa.”

A Apple não emitiu nenhum comentário sobre a proposta, colocando o Nothing Chats na lista de aplicativos não aprovados pela empresa. Além disso, é crucial esclarecer que o acesso ao iMessage requer o login na Apple ID, através da plataforma Sunbird, levantando debates sobre a privacidade do utilizador.

Em resposta a esta preocupação, a Nothing assegura que nenhuma informação será armazenada na plataforma, e que o conteúdo do iMessage enviado pelo Chats será criptografado. O processo “patenteado” da Sunbird envolve servidores Mac minis para rotear mensagens do utilizador para a Apple. A gigante de tecnologia pode questionar a legalidade do Nothing Chats no futuro. Por outro lado, a Nothing acredita que a empresa provavelmente não tomará medidas legais contra a plataforma.

Com disponibilidade regional limitada aos EUA, Canadá, Reino Unido, UE e outros países europeus, a aplicação, lançada em 17 de novembro, pode ser descarregada na Google Play Store. Contudo, apenas os utilizadores que possuam aparelhos Nothing Phone 2 terão acesso à novidade.